Jean Paul Gaultier se despede das passarelas com super desfile em Paris

Por Tainã Maciel
Jean Paul Gaultier se despede das passarelas com super desfile em Paris
Jean Paul Gaultier em seu desfile de despedida durante a Semana da Moda de Alta Costura (Foto: France24)

Após 50 anos marcados por uma criatividade extravagante, o estilista francês Jean Paul Gaultier se despediu das passarelas, na última quarta-feira (22), com desfile emocionante na semana de alta-costura de Paris.

LEIA MAIS >> Versace não utiliza mais pele de canguru em suas criações

O Teatro Châtelet ficou repleto de amigos e admiradores do famoso criador do sutiã em forma de cone que fez sucesso no corpo da cantora Madonna para conhecer a coleção Primavera/Verão 2020 do designer com foco no upcycling.

O ambiente não foi o de um desfile convencional. Gaultier apresentou 200 looks com momentos de dança, música e performance. Os cantores Amanda Lear, Rossy de Palma e Boy George abrilhantaram a noite.

Boy George (Foto: Getty Images)

Aliás, Boy George foi o responsável pelo início, mas também pelo final apoteótico do espetáculo. De um caixão saiu a primeira modelo, ao som “Back to Black” de Amy Winehouse, iniciando a celebração que durou quase uma hora.

Na passarela, nomes que fizeram sucesso no passado, como Yasmin Leblon, cruzaram no desfile com Gigi e Bella Hadid, Karlie Kloss, Winnie Harlow, Irina Shayk e a brasileira Lais Ribeiro. Teve ainda Dita von Teese, que já desfilou várias vezes para o estilista, e Paris Jackson, filha de Michael Jackson.

A brasileira Lais Ribeiro desfilou no último desfile de Jean Paul Gaultier (Foto: Getty Images)

‘Sempre em mudança’

Em nota distribuída ao público, Gautier motivou um novo olhar para a moda. “Acredito que a moda tem que mudar. Há muitas roupas, roupas que não servem para nada. Não joguem fora, reciclem“, diz.

Dita Von Teese no desfile de Jean Paul Gaultier (Foto: Getty Images )

“Essa noite, verão minha primeira coleção de alta costura ‘upcycling‘; abri as gavetas”, disse citando a técnica que consiste em utilizar peças antigas na produção de novas roupas.

Apesar de estar se despedindo, o estilista afirmou que a alta-costura continuará, mas com um novo conceito. “Fiquem ligados!”, disse em vídeo publicado no Twitter.

Veja também