logo

Forbes Brasil lista 20 influenciadores digitais e perfis negros para seguir

Por Redação
Forbes Brasil lista 20 influenciadores digitais e perfis negros para seguir
Gabi Oliveira, Samuel Gomes e Spartakus Santiago são alguns dos influenciadores digitais negros listados pela Forbes. (Fotos: Reprodução/ Instagram)

Tão importante e urgente quanto dar visibilidade à população negra e aos conteúdos produzidos por eles é desconstruir a ideia de que terão de falar apenas sobre a luta antirracista e a pretitude em todas as esferas em que se envolvem. Para ajudar a diversificar o feed, a Forbes Brasil elaborou uma lista com 20 influenciadores digitais negros que abordam desde cultura e moda até skincare e games – e ainda abordam questões raciais.

Valorizar o trabalho digital desses criadores de conteúdo é também uma forma de ajudar a reverter o cenário exposto pela pesquisa “Um Retrato sobre Creators Pretos no Brasil”, divulgada na última semana durante o Youpix Summit . Segundo o levantamento, além de serem menos contratados em campanhas publicitárias digitais, os negros influencers recebem cachês menores.

LEIA MAIS >> Tenista Naomi Osaka usa máscara para conscientizar sobre injustiça racial

MT Cast #18: Meire Nascimento e Alice Sousa abordam o empreendedorismo negro

Ale Garcia

Podcaster por trás do Negro da Semana, o publicitário gaúcho Ale Garcia mergulha na trajetória de personalidades pretas nacionais e internacionais, e é ainda o anfitrião do Bravoz, iniciativa do Bradesco que visa ampliar a visibilidade do trabalho de artistas negros.

Ale Santos

Especialista em afrofuturismo, Ale Santos comanda o Infiltrados no Cast, podcast que faz investigações históricas e discussões políticas relacionadas à desigualdade racial no Brasil.

Ana Paula Xongani

Moda consciente e ativismo afetivo são as palavras-chave do conteúdo feito por Ana Paula Xongani. Além do Instagram, ela usa ainda o YouTube para levantar discussões sobre beleza negra e autoconhecimento.

Anne Caroline Quiangala

As culturas pop, nerd e geek são a especialidade de Anne Quiangala, que faz ainda a abordagem desses temas a partir de gênero, classe e raça. As postagens são tanto no perfil pessoal como no Preta, Nerd & Burning Hell.

Camilla de Lucas

Somando 2,3 milhões de seguidores no Instagram, Camilla de Lucas se dedica aos conteúdos de moda e, recentemente, ganhou uma legião de fãs também no TikTok.

Per Raps

Comandado pelo jornalista Eduardo Ribas, o Per Raps é uma plataforma que une site e podcast sobre música, hip-hop, lifestyle, cultura de rua e pensamento crítico.

LEIA TAMBÉM >> Luta antirracista é responsabilidade de todos, defende Preto Zezé

Afroflix: conheça a plataforma que reúne produções de artistas negros

Gabi Oliveira

Saúde mental e beleza dominam as postagens de Gabi Oliveira, que tem ainda forte atuação como palestrante. O TEDx dela “Um novo olhar sobre a pessoa negra; novas narrativas importam” já tem mais de 200 mil visualizações.

Gleidistone Siva

No perfil pessoal, o publicitário mineiro Gleisdistone Silva – ou Tom Tom – trata de negritude, moda consciente e lifetysle. Já no Nossa Pele Negra, assuntos relacionados à beleza dão o tom da conversa.

Angu de Grilo

Jornalista e comentarista de Economia da GloboNews, Flávia Oliveira divide com a filha, Isabela Reis, o comando do podcast Angu de Grilo, em que abordam os mais diferentes assuntos do cotidiano.

Preta Araújo

Jéssica – mais conhecida como Preta Araújo – se divide entre Instagram e YouTube para abordar questões raciais, machismo e beleza negra a partir do humor.

KondZilla

Responsável por um dos maiores canais do YouTube do mundo, KondZilla lança os principais nomes de funk no Brasil e soma mais de 1 bilhão de visualizações em dois clipes.

Papo de Preta

Cultura, beleza, representatividade e machismo entram em pauta nos debates que as jornalistas mineiras Maristela Rosa e Natália Romualdo levantam no Papo de Preta.

Nátaly Neri

No YouTube e no Instagram, Nátaly Neri tem foco no autocuidado, empoderamento, vida profissional e rotinas de beleza.

Nathália Rodrigues

Estudante de Administração, Nathália Rodrigues iniciou no YouTube com o intuito de orientar famílias de baixa renda a terem uma relação saudável com o dinheiro. Hoje, soma quase 1 milhão de seguidores nas redes.

Meteora

Podcast quinzenal conduzido por Renata Hilário e Cris Guterres e que tem como essência desconstruir tabus e dar voz a pessoas invisíveis.

LEIA AINDA >> Conheça o primeiro canal de cultura afrourbana do Brasil

‘Precisamos entender que existe uma história que foi silenciada’, diz Zelma Madeira sobre luta antirracista

Samuel Gomes

Diversidade sexual e raça são constantemente abordados por Samuel Gomes, designer gráfico autor do livro “Guardei no Armário” e que reúne mais de 42 mil seguidores somente no YouTube.

Spartakus Santiago

Cultura pop, polêmicas artísticas e culturais e tudo o mais que movimentar as rodas de discussão estará na pauta do publicitário baiano Spartakus Santiago.

Veja também