logo

Saúde das pessoas é ponto principal, diz Maurício Filizola sobre retomada

Por Redação
Saúde das pessoas é ponto principal, diz Maurício Filizola sobre retomada
Presidente do Sistema Fecomércio Ceará, Maurício Filizola, fala sobre retomada econômica (Foto: Divulgação)

Com a divulgação do plano de retomada econômica, nesta quinta-feira (28), pelo governador Camilo Santana, alguns setores retornam às atividades na próxima segunda-feira (1°), data em que passa a valer o novo decreto de isolamento social. Na “fase de transição”, será analisado o comportamento das empresas e da população. Já na fase posterior, classificada como a primeira do plano, setores do comércio poderão funcionar. De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio CearáMaurício Filizola, a retomada será feita com cautela, seguindo as orientações da Secretaria de Saúde (Sesa), e o objetivo principal continua sendo a proteção da saúde.

Na fase de transição, 17 cadeias são contempladas, dentre elas, o comércio da construção civil e da área da saúde. No dia 8 de junho, inicia a primeira fase que abre o comércio de todas as cadeias, com 40% dos trabalhadores liberados para o retorno das atividades.

LEIA MAIS >>  ‘Você precisa fazer sua parte como cidadão’, afirma médica Niedja Bezerra sobre isolamento social

Retornaremos com muito critério, diz Ricardo Cavalcante sobre retomada

Maurício Filizola, que participou do comitê de gestão da crise no Ceará, representando a classe empresarial, afirma que a estratégia de retomada das atividades econômicas foi pensada de forma responsável. “O retorno da cadeia produtiva é um avanço a ser comemorado, pois é o início da recuperação econômica do nosso Estado”, destacou.

“O comércio vive de relacionamentos e nós queremos os nossos colaboradores saudáveis”, afirma Maurício Filizola.

O presidente do Sistema Fecomércio Ceará ainda destacou a permanência dos cuidados de higiene e segurança de comerciantes e consumidores com a retomada. “Todos devem permanecer com máscaras e tomando as precauções necessárias. O plano apresentado também inclui uma escala de horários para não sobrecarregar o transporte público”, comenta.

Veja quais atividades relacionadas ao setor do comércio estão inclusas na Fase de Transição e Primeira Fase do Plano de Retomada Econômica, além dos percentuais que foram liberados pelo Governo do Estado nesta etapa:

Fase de transição (1° de junho)

Cadeia da construção civil (31%)
Construção de edifícios até 100 operários obra, cadeia produtiva com 30%

Têxteis e roupas (12,4%)
Indústria têxtil, confecções e de redes

Artigos de couros e calçados (17,9%)
Fabricação de calçados e produtos de couro

Cadeia da Saúde (100%)
Comércio médico e ortopédico, óticas, podologia e terapia ocupacional

Primeira fase (8 de junho)

Artigos de couros e calçados (22,1%)
Indústria e comércio

Têxteis e roupas (27,6%)
Indústria e comércio

Comunicação, publicidade e editoração (7,4%)
Comércio de livros e revistas

Indústrias e serviços de apoio (8,1%)
Comércio de artigos de escritório e serviços de manutenção

Artigos do lar (23,1%)
Indústria e comércio

Cadeia agropecuária (26,6%)
Comercialização de flores e plantas, couro

Cadeia moveleira (32,1%)
Indústria e comércio

Tecnologia da informação (15,6%)
Indústria e comércio

Logística e transporte (2%)
Comércio de bicicletas

Cadeia automotiva (36,1%)
Indústria, comércio e serviços

Comércio de outros produtos (40%)
Comércio de saneantes, livraria, brechós, papelarias, doces e caixões

Serviços de higiene e limpeza (40%)
Comércio de higiene e cosméticos

Esporte, Cultura e Lazer (10,4%)
Fabricação e comércio de aparelhos esportivos, instrumentos e brinquedos

Baixe aqui o Plano Responsável de Abertura das Atividades Econômicas e Comportamentais na íntegra.

Veja também