logo

Pacote tributário é alento para a indústria, diz Ricardo Cavalcante

Por Redação
Pacote tributário é alento para a indústria, diz Ricardo Cavalcante
Para Ricardo Cavalcante, o pedido de negociação de dívidas junto ao Confaz é outra medida importante anunciada pelo governo. (Foto: Marília Camelo)

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Ricardo Cavalcante, elogiou o pacote de medidas tributárias anunciado na última quinta-feira (25) pelo governador do Estado, Camilo Santana. Segundo ele, a indústria e os pequenos empresários têm enfrentado momentos difíceis na pandemia. “São medidas que trazem um alento nesse momento difícil. Estamos aqui resolvendo uma parte do problema, as medidas estão vindo na hora certa, no momento em que o empresário precisa desse acolhimento do Estado”, defendeu Ricardo.

Ainda de acordo com o presidente da Fiec, o pedido de negociação, junto ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), da negociação dos débitos que as empresas tenham adquirido durante a pandemia, é outra medida importante anunciada pelo Estado.

LEIA MAIS >> Fiec doa ao IJF túnel de desinfecção para higienizar EPIs dos profissionais de saúde

Veja como será a retomada das atividades no Ceará

Ricardo reforçou, ainda, o discurso da secretária estadual da Fazenda, Fernanda Pacobahyba, defendendo a sintonia entre a saúde financeira das empresas e do Estado. “É muito importante essa mentalidade do governo. Fazemos parte do mesmo corpo, ou seja, se o empresário está bem o Estado também fica”, salientou.

Plano de retomada

No fim de maio, a Fiec criou um Grupo de Trabalho (GT) para elaborar um plano de retomada econômica, tendo a participação de industriais e economistas cearenses. Liderado pelo primeiro vice-presidente da Federação, André Montenegro, com a coordenação do assessor econômico da Fiec, Lauro Chaves Neto, o grupo levou ao governo do estado as principais demandas do setor produtivo para a retomada financeira.

Veja também