M. Dias Branco vai investir R$ 1 milhão em startups em 2020

Por Jéssica Colaço
M. Dias Branco vai investir R$ 1 milhão em startups em 2020

O grupo M. Dias Branco anunciou o investimento, em conjunto com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no Ceará, de R$ 1 milhão em um projeto que vai captar, em 2020, até quatro startups de todo o país que desenvolvam produtos com foco na inovação.

LEIA MAIS >> Economista Bernard Appy discute a Reforma Tributária em último almoço-debate do Lide Ceará em 2019

Fecomércio passa a administrar a Escola de Gastronomia e Hotelaria do Ceará

De acordo com o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do M. Dias Branco, Fernando Bocchi, além de representar uma postura de vanguarda da empresa, o investimento estimula o desenvolvimento do setor de food tech no País. “Essa área alimentícia tem muito espaço pra crescer e se desenvolver no Brasil, com a criação de novas tecnologias voltadas para os alimentos”, complementa.

Empreendedorismo industrial

A captação das iniciativas inovadoras será por meio de um edital, lançado pelo Instituto Senai de Tecnologia em Eletrometalmeânica, na categoria Empreendedorismo Industrial. Todo o apoio tecnológico para o desenvolvimento dos projetos também será fornecido pelo Senai.

Acionista e CEO do Grupo M. Dias Branco, Ivens Dias Branco Júnior, e o diretor regional do Senai/CE, Paulo André Holanda, no dia da assinatura da parceria. (Foto: Divulgação/ Senai)

“É muito gratificante termos uma empresa como o M. Dias Branco nessa parceria do edital de inovação, porque sabemos que é uma empresa que investe muito nas pessoas, em inovação e em tecnologia. Eu e o presidente da Fiec (Ricardo Cavalcante) recebemos essa parceria com muita alegria”, salientou o diretor regional do Senai/CE, Paulo André Holanda.

Ampliação

O projeto de startups de 2020, acrescenta Fernando Bocchi, é uma ampliacão do Germinar, iniciativa implantada há dois anos pelo M. Dias Branco e que fomenta novas empresas a partir de duas frentes de atuação: estimular novos negócios e solucionar desafios atuais da gigante alimentícia.

“O projeto de 2020 vai ser mais abrangente porque, com o auxílio do Senai, conseguiremos ampliar a busca por soluções no país todo e, principalmente, envolver também centros de tecnologia. Agora, queremos ampliar a captação do que acreditamos que vão ser futuras parcerias”, projeta Bocchi.

O diretor de Pesquisa e Desenvolvimento explica ainda que Germinar vai continua existindo, mesmo com o novo investimento paralelo em startups da companhia. “Nesses dois anos do Germinar, mais de 300 startups de todo o Brasil se inscreveram no programa, 33 foram selecionadas para a imersão com mentoria e testes piloto na empresa, e 17 foram escolhidas para alguma modalidade de parceria, contratação ou investimento”, detalha. 

A previsão é que a chamada de startups desse novo investimento inicie no primeiro trimestre de 2020.

Foto destaque: unidade do M. Dias Branco no bairro Mucuripe, em Fortaleza, fundada na década de 1990. Divulgação

Veja também