Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Quem são as 10 mulheres mais ricas do Brasil em 2021? Veja lista da Forbes

7 set 2021 | Poder

Por Redação

Viúva do banqueiro Joseph Safra, Vicky Sarfati Safra é a mulher mais rica do Brasil, segundo o ranking divulgado em agosto pela Forbes. O levantamento aponta que os chamados “super-ricos” aumentaram em 32% neste ano, passando de 238 para 315, sendo 60 dessas posições ocupadas por mulheres, um crescimento feminino de 36% em comparação a 2020.

LEIA MAIS >> Forbes lista dez mulheres mais ricas do Brasil em 2020

Saiba quem são as 10 mulheres mais ricas do mundo em 2021

O número de brasileiras bilionárias quase dobrou nos últimos cinco anos: em 2016, apenas 32 mulheres apareciam na lista. Este ano registrou que 19% dos bilionários no Brasil são mulheres. O top 10 do ranking feminino deste ano deixa de contar com a participação das irmãs Valsi, Cladis e Miriam, filhas de Werner Ricardo Voigt, cofundador da empresa WEG, de Joinville (SC).

O ranking considera a participação em empresas listadas em bolsas de valores como o principal critério. O balanço patrimonial é relativo ao primeiro semestre, até 30 de junho deste ano.

1 – Vicky Sarfaty Safra (R$ 37 bilhões)

Com patrimônio estimado em R$ 37 bilhões, Vicky Sarfaty Safra é viúva de Joseph Safra desde dezembro do ano passado – herdou metade do patrimônio do banqueiro. Com a morte do Joseph, ela e os filhos se tornaram controladores do Banco Safra.

Apesar da fortuna que Vicky Safra possui hoje, ela se mantém bastante discreta em relação as suas aparições na mídia. Do mesmo modo que essa moderação da exposição de sua imagem também era característica de seu falecido marido.

Vicky Safra e Joseph Safra (Foto: Reprodução)

2 – Luiza Helena Trajano (R$ 23,5 bilhões)

Luiza Helena Trajano é conhecida de boa parte dos brasileiros. Presidente da Magazine Luiza entre 1991 e 2015, a empresária detém R$ 23,5 bilhões. Sob a gestão de Luiza, a empresa cresceu e alcançou a marca de 1000 lojas, distribuídas em 16 estados do Brasil, o e-commerce e um quadro com mais de 40 mil funcionários. Hoje, a Magazine Luiza está sob comando de seu filho Frederico Trajano.

Luiza Helena Trajano (Foto: Divulgação/ Forbes Brasil)

3 – Dulce Pugliese Godoy Bueno (R$ 14,2 bilhões)

Se o nome não é familiar, a empresa de Dulce Pugliese Godoy Bueno certamente é: a Amil. A rede de saúde foi fundada por ela e pelo então marido, Edson, em 1972. Em 2012, a americana United Health comprou 90% do capital da empresa. Dulce continuou ao lado de Edson em novos negócios, como a rede de laboratórios Dasa, mesmo depois do seu divórcio.

Dulce Pugliese Godoy Bueno (Foto: Reprodução)

4 – Flávia Bittar Garcia Faleiros (R$ 11,18 bilhões)

Assim como Luiza Helena Trajano, a fortuna de Flávia Bittar Garcia Faleiros tem origem na Magazine Luiza. Ela é neta de Wagner Garcia e Maria Trajano Garcia da Silva, que atuaram na fundação da empresa. Hoje, ela é uma das principais acionistas do grupo de varejo.

Flávia Bittar Garcia Faleiros (Foto: Reprodução)

5 – Maria Helena Moraes Scripilliti (R$ 10,5 bilhões)

Maria Helena Moraes é coproprietária da multinacional brasileira Votorantim S.A. Empresa com atuação em mais de 20 países e com capital fechado na Bolsa de Valores. Maria é filha de José Emírio de Moraes, fundador da empresa, e viúva de Clóvis Scripilliti, com quem fez parceria na expansão da organização pela região Nordeste do país que tem investimentos em setores como metais, cimento, energia e até o banco BV.

Maria Helena Moraes Scripilliti (Foto: Reprodução)

6 – Lúcia Borges Maggi (R$ 10,4 bilhões)

Lúcia Borges Maggi é uma das controladoras da Amaggi, empresa com sede em Cuiabá, no Estado do Mato Grosso, e que atua em diversas frentes do agronegócio. Ela é viúva do falecido magnata André Maggi, fundador do grupo que hoje é o maior produtor de soja do mundo privado. Quando André faleceu em 2001, Lúcia tomou seu lugar como o chefe da empresa.

Lúcia Borges Maggi (Foto: Reprodução)

7 – Marli Maggi Pissollo (R$ 10,4 bilhões)

Marli é filha de Lucia Borges Maggi e, tal como a mãe, tem a fortuna originada da Amaggi.

Marli Maggi Pissollo e Josino Guimarães (Foto: Reprodução)

8 – Ana Lúcia de Mattos Baretto Villela (R$ 8,5 bilhões)

Ana Lúcia é uma das maiores acionistas individuais do grupo Itaú Unibanco, ao lado do irmão. Juntos, eles detêm cerca de 14% da Itaúsa, holding controladora do maior banco privado da América Latina. Ela preside o Instituto Alana, organização sem fins lucrativos voltada a projetos culturais.

Ana Lúcia de Mattos Baretto Villela (Foto: Divulgação)

9 – Gisele Trajano (R$ 7,2 bilhões)

Novamente a Magazine Luiza faz uma mulher bilionária. Gisele herdou ao lado dos irmãos uma parte da participação acionária do pai, Onofre de Paula Trajano, na Magazine Luiza, rede criada pela tia, Luiza Trajano, em 1957.

10 – Camilla Godoy Bueno Grossi (R$ 7 bilhões)

Camila é filha Dulce Pugliese Godoy Bueno, número 3 da lista, e, tal como a mãe, está no ramo da saúde. Ela tem participação na Dasa herdada do pai, Edson de Godoy Bueno, morto em 2017. Mãe e filha têm participação acionária na Amil.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE