O escritório de agentes autônomos Vert Investimentos e o BTG Pactual, considerado o maior banco de investimentos da América Latina, celebraram uma parceria exclusiva na última quarta-feira (6). A partir de agora, os sócios da Vert passam a entregar aos clientes toda a linha de investimentos e produtos do BTG ao público local. Com dois meses de atuação e cerca de 200 clientes, a meta da empresa é superar a casa de R$ 1 bilhão em ativos sob a assessoria até 2020.

LEIA MAIS >> Ceará ganha atlas eólico e solar para impulsionar investimentos
Brasil recebe programa feminino de aceleração de startups do Vale do Silício

João Fonseca e Marcelo Flora, da BTG Pactual, ladeiam Thiago Fujiwara, da Vert – Foto: Alex Campêlo
Felipe Albuquerque, Beto Studart e Guilherme Santana – Foto: Alex Campêlo

O sócio-sênior da Vert, Thiago Fujiwara, explica que, além da capital cearense, o empreendimento já tem uma unidade em Teresina e, para o próximo ano, a ideia é expandir para São Luiz e Recife.

“A Vert foi formada com uma expectativa futura em ser contratada pela BTG, formamos um time de pessoa física e jurídica. Nossa ideia sempre foi representá-la no Ceará. Temos todo uma expertise com um leque de produtos do banco BTG. O investidor do Ceará procura um grande assessor e um grande banco. Agora com essa parceria vamos conseguir suprir essa carência”, diz Fujiwara.

Sócios do BTG Pactual, João Fonseca e Marcelo Flora estiveram no evento, e ministraram ainda uma palestra. “Sempre atuamos no Nordeste, mas de outra forma. Essa é a primeira vez que temos um escritório em Fortaleza. Gostamos do perfil dos sócios, com uma cabeça muito atuante de empreendedores. Hoje temos a combinação de dois fenômenos, a aproximação dos investimentos pelo interesse no retorno aos lucros e a possibilidade de contar com uma assessoria, que é fundamental”, argumentou Marcelo Flora.

Caio Lima, Ronaldo Rodrigues, Afonso de Deus e Ronaldo Barbosa – Foto: Alex Campelo

O sócio do BTG Pactual frisou a diferença entre os bancos voltados para investimentos e os bancos dos modelos atuais. “Cada banco só vende os seus fundos e não os melhores. Aqui na plataforma temos mais de 150 gestores e quase 400 fundos. O cliente sozinho tem dificuldade de sair de um ambiente com poucas ofertas e de repente ele tem a sua disponibilidade um mar de oportunidades”, detalha.