logo

Além da edição: como é fotografar Bob Wolfenson

Por Redação
Além da edição: como é fotografar Bob Wolfenson
Bob Wolfenson sob as lentes de Marília Camelo na cobertura do Museu da Fotografia de Fortaleza. (Foto: Juscelino Filho)

A oportunidade de entrevistar o fotógrafo Bob Wolfenson para a revista Gente por Márcia Travessoni foi um presente para a equipe. Renomado retratista que clicou centenas de personalidades, ele estaria em Fortaleza para o lançamento da exposição “Retratos”, que ficou em cartaz no Museu da Fotografia. Para a fotógrafa Marília Camelo, o anúncio ainda na reunião de pauta trouxe aquele típico frio na barriga: ela iria fotografar um dos profissionais que mais admira no meio audiovisual.

“A preparação foi a mesma para todas as outras sessões de fotos, mas na hora deu aquele medo de estar incomodando, porque ele tinha acabado de chegar de viagem e estava montando a exposição no museu, poderia estar cansado”, lembra. Ela e o repórter Juscelino Filho teriam de coletar todo o material enquanto Bob organizava o material da mostra, no museu.

ACESSE AQUI A REVISTA GENTE POR MÁRCIA TRAVESSONI

LEIA MAIS >> Além da edição: veja os bastidores da entrevista com Karim Aïnouz

Além da edição: como as marcas cearenses se reinventaram na quarentena

“Ele foi super paciente, acessível, e eu fiquei tão concentrada em fazer uma boa imagem que não tive tempo de poder ficar nervosa”, lembra Marília. O maior aprendizado do dia, define ela, foi a troca de experiências com um profissional que é referência em retratos e fotografia de moda.

Foto: Marília Camelo

“Ouvir histórias de vida é sempre um aprendizado, mas quando você tem a oportunidade de ouvir a história de um profissional que já admira, é um privilégio maior ainda. Eu ouvi ele falar da carreira, das insatisfações em relação à fotografia em alguns momentos da vida e vi que todos os fotógrafos passam pelas mesmas coisas que a gente. Eu me identifiquei ali, e não tem como dizer que não foi um privilégio. É bom para crescer e se reinventar”, estabelece Marília Camelo.

Foto: Juscelino Filho
Marília, em um dos poucos momentos que deixou ser fotografada. (Foto: Juscelino Filho)
Registro da montagem da exposição “Retratos”, no Museu da Fotografia. (Foto: Marília Camelo)

O resultado desse dia de aprendizados com Bob Wolfenson você confere na revista Gente por Márcia Travessoni.

Veja também