Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site!

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Kerline Cardoso comemora sucesso após participar do BBB 21 e revela sua torcida

1 abr 2021 | NOTÍCIAS

Por Tainã Maciel

“Boa tarde! Como está a internet aí?” A saudação de Kerline Cardoso à equipe MT, via Skype, foi seguida de um sorriso aberto e uma conversa agradável sobre a participação no maior reality show do Brasil — incluindo os louros que acompanham a experiência. Única cearense no Big Brother Brasil 21, a modelo e influenciadora digital teve a vida transformada após a breve passagem pelo programa. Ker, como é conhecida carinhosamente pelos amigos, foi a primeira eliminada na edição atual do BBB, mas não deixou o infortúnio desfocar seu olhar visionário.

LEIA MAIS >> O que são laces e como se popularizaram no Brasil

Glossário BBB 21: entenda expressões utilizadas dentro e fora da casa

Com carisma e planejamento, ela saltou de 58,4 mil seguidores no Instagram para cerca de 1 milhão de fãs e admiradores na rede social desde a entrada na casa mais vigiada do País, há dois meses. O acolhimento do público e os próximos projetos também foram pautas da entrevista remota com Kerline Cardoso, que acaba de desembarcar em Fortaleza pela primeira vez depois do reality. Confira na íntegra:

Repórter: Ker, quando surgiu o interesse em participar do Big Brother Brasil?

Ker Cardoso: Na verdade, surgiu da vontade de que meu trabalho tivesse uma visibilidade maior e que eu pudesse ser vista por mais pessoas. Logo após que montei minha agência, tive alguns problemas e falei “preciso de grana e preciso que os empresários vejam o quanto que eu sou boa no que eu faço”. O objetivo era conseguir investimento e visibilidade, aí juntou tudo.

Repórter: Você lembra de algum detalhe curioso da seleção? Como foi receber a notícia que você tinha passado?

Ker Cardoso: Não existe essa notícia, sinto dizer (risos). Eles não te falam assim. Em nenhum momento do confinamento no hotel eles falam que você está dentro, porque a qualquer momento pode acontecer alguma coisa, um problema com você ou podem mudar a estratégia de jogo e levar outra pessoa ao invés de você. Eles nunca levam pro hotel a quantidade exata de participantes, sempre tem um reserva. Realmente só acreditei quando eu estava dentro do carro e já sabia que ia pra algum lugar. Fiquei em choque, acho que foi o momento mais emocionante da minha vida.

Ker Cardoso foi a única representante cearense do BBB 21 (Foto: Divulgação)

Repórter: O BBB é conhecido por ser um jogo que envolve o emocional e psicológico dos participantes. De alguma forma, você se preparou para o confinamento?

Ker Cardoso: Não me preparei nada, fui bem na louca mesmo (risos). Eu já tinha me inscrito no ano passado, mas fiquei “nos quase”. Por isso, fui menos confiante esse ano. Com a pandemia também ficou difícil fazer muitas coisas. Eu estava realmente enclausurada dentro de casa. Então, eu estava me cuidando e fazendo exercícios em casa, mas não entrei com uma super preparação, não.

A cearense afirma que o ritmo da casa vigiada do Brasil é intenso (Foto: Reprodução/Instagram)

Repórter: A primeira semana do reality foi bem intensa e você esteve envolvida nos principais acontecimentos desse período. Se tivesse a chance, mudaria alguma atitude?

Ker Cardoso: Confio muito nos planos do universo e acredito que as coisas acontecem da maneira que tem que acontecer. Confio na existência de um ser maior que está cuidando de tudo. Então, eu joguei muito, entreguei muito, confiei em Deus para que ele guiasse e tomasse as rédeas do percurso. Acho que eu poderia ter ficado um pouco menos emotiva se eu não tivesse de TPM. A minha é fortíssima. Então, eu queria ter conseguido me equilibrar mais emocionalmente, porque fiquei super sentida com tudo que aconteceu. Fiquei triste e chorei muito, até porque já vinha passando por um momento apertado de vida. Todo mundo lá está à flor da pele e cada dia é uma emoção diferente. Vivi nove dias assim e parece que foram três meses. Eu não conseguia dormir de tanta tensão. Isso vai sugando a gente e faz uma pressão muito forte.

Ker participou da primeira prova de resistência do BBB ao lado da cantora Pocah (Foto: Reprodução/Instagram)

Repórter: Pessoas que saíram do programa afirmam que a visão do jogo é totalmente diferente quando se está confinado, quase como uma “cegueira”. Você concorda?

Ker Cardoso: Exatamente. É bizarro! Imagina estar numa mansão gigantesca com 20 pessoas lá dentro. Vários cômodos diferentes e várias pessoas conversando sobre assuntos diferentes. Quando estou em um cômodo conversando, não sei o que a fulana estava falando de mim lá no outro. Aqui fora está todo mundo vendo. É desse jeito mesmo. A gente não tem a mínima ideia de como o jogo está sendo visto lá fora e como as pessoas são de verdade. Eu tomei um susto.

Repórter: Quais são os aprendizados que você leva dessa experiência?

Ker Cardoso: Descobri que tenho a capacidade de conseguir atingir qualquer objetivo se me empenhar e acredito que posso alcançar o que eu quiser. Eu praticamente cocriei o Big Brother na minha cabeça e me via todos os dias dentro da casa, desde diálogos às roupa, quase um teletransporte para o futuro, sabe? São milhares de pessoas incríveis se inscrevendo todos os anos e eu consegui. Comecei a perceber que sim, eu sou capaz. Esse foi o meu maior aprendizado.

Repórter: Hoje, quem faz parte do seu pódio? Está torcendo para alguém?

Ker Cardoso: Menina, é até uma loucura falar isso porque eu já mudei esse pódio várias vezes. Aconteceram alguns desfechos na casa que fizeram a gente mudar um pouco. O foco era o G3 e esse era o meu pódio: Sarah, Gil e Juliette. A Sarah acabou sofrendo uma pressão enorme no jogo que fez ela ver as coisas muito deturpadas e acho que isso prejudicou bastante a jornada dela lá dentro. Consequentemente, ela puxou o Gil nessa e os dois se puxam pra baixo. Atualmente, a Camilla virou muito favorita, porque ela é daquele jeito desde o começo. Me lembro como se fosse hoje a primeira conversa que a gente teve, eu falando “ai, tomara que hoje tenha festa” e ela “festa, garota? Hoje é prova de imunidade. Fica atenta, você tá num jogo”. Ela é muito sensata e realista.

Ker se aproximou do participante Gilberto Nogueira no começo do reality (Foto: Reprodução/Instagram)

O João também está ganhando a notoriedade dele. No começo do jogo, ele era mais quietinho e agora está conseguindo se mostrar mais. Ele está mostrando um lado muito necessário, acredito que para toda a sociedade. Como um professor de geografia, negro e gay, ele tem muito a ensinar. A Juliette nem se fala, né? Desde o começo do jogo, ela tem sofrido alguns ataques e eu fiquei em choque, porque realmente fui uma das pessoas que não conseguiu presenciar o que estava acontecendo de fato. Então, assim, no meu pódio eu puxo o Gil, acredito que ele ainda vai conseguir se resgatar, Camilla, Juliette e João. São os meus preferidos.

Repórter: Apesar da breve passagem pelo reality, você tem conquistado muitos fãs fora do confinamento. Esperava todo esse carinho do público?

Ker Cardoso: Antes de entrar, o que mais escutava da minha família era “não saia na primeira semana. Se sair, saiba que será esquecida”. Quando eu realmente saí na primeira semana pensei “ferrou, nada do que eu tinha planejado vai ser colocado em prática”. Aconteceu o contrário. Acho que consegui ser presente e gerar conteúdo. Sempre entreguei material na internet, sempre conversei muito com os fã-clubes e com quem me segue para entender o que eles queriam de mim também. Então, acredito que estou em uma exponencial e não só de ganho de seguidores, mas de visibilidade de mercado, que é o que mais me interessa.

Ker Cardoso foi recepcionada pela mãe Corcina Leite, em São Paulo, após a saída do BBB:

LEIA MAIS >> BBB 21: aprenda a fazer o delineado gráfico usado por Juliette no reality

Lenços ditam tendência no BBB 21; veja quatro maneiras de usar o item

Repórter: Como está a sua rotina hoje? Já caiu a ficha que tudo mudou?

Ker Cardoso: Olha, até minha mãe já foi reconhecida no salão. A ficha ainda está caindo. Em relação a rotina, eu não tenho rotina. Estou dormindo tarde, acordando cedo, porque fico comentando o BBB até mais tarde. Ontem mesmo eu estava numa eu, a Carla Dias, o o Lucas Penteado e o Bil e quando a gente terminou já era 1h e acho que fui dormir umas 3h. Quando acordei já fui trabalhar de novo e por aí vai. O ritmo está frenético.

Kerline Cardoso participou de lives com outros participantes do BBB 21 (Foto: Reprodução/Youtube)

Repórter: Fiquei sabendo que você está matando a saudade da terrinha. Qual foi a primeira coisa que fez ao chegar na sua casa em Fortaleza?

Ker Cardoso: É a primeira vez que venho depois do reality. Comi cuscuz. Lá em São Paulo, a gente tem um cuscuz mas é diferente e a tapioca também é diferente. Também comi tapioquinha no café da manhã. Não fui a praia, mas passei pela Beira-Mar de carro. Estou curtindo minha casinha, minha caminha e meu quarto. Vou passar de 15 a 20 dias aqui e depois volto pra lá. Na verdade, vou ficar indo e voltando. Mas vou ter sim uma moradia em SP.

Ker pretende morar em São Paulo (Foto: Reprodução/Instagram)

Repórter: Você já tem projetos engatilhados? Pretende investir em áreas específicas, como moda ou TV?

Ker Cardoso: Eu tinha realmente muitos projetos na agulha, que precisam de uma equipe por trás, mas agora ficou bem inviável colocar em prática. Um deles era o meu canal no YouTube com alguns quadros bem bacanas. Porém, agora é tempo da gente se cuidar e produzir conteúdo em casa. Não dá pra gente ficar se expondo até que tudo isso se resolva. Também recebi muitos elogios da minha desenvoltura com a câmera. Vou esperar o BBB passar pra saber como vai ficar meu contrato com a Globo. O contrato vai até o final do BBB e até lá eu não posso fazer nada com outras emissoras. Vou esperar isso passar, entender direitinho o meu nicho de mercado e mirar.

Produzir conteúdo no Youtube está nos planos de Kerline Cardoso (Foto: Reprodução/Instagram)

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE