logo

Catarina Mina lança primeira coleção de roupas; conheça ‘Ventoeste’

Por Rosi Melo
Catarina Mina lança primeira coleção de roupas; conheça ‘Ventoeste’
Ensaio da coleção 'Ventoeste' foi fotografado nas falésias de Aracati

Ventoeste é o nome da primeira coleção de roupas da Catarina Mina, lançada na segunda quinzena de janeiro. A seleção exclusiva de peças, produzidas a partir de croché e renda filé, é assinada pela designer Bianca Misino e foi desenvolvida por um grupo de artesãs da cidade de Aracati, por meio do projeto Ará.

De acordo com a head Celina Hissa, o projeto é resultado de mais uma Oficina Catarina Mina, em parceria com a Prefeitura de Aracati. As oficinas são projetos que nascem de convites à marca, onde a mesma realiza consultoria para comunidades artesãs, envolvendo desde a criação de produtos, desenvolvimento de novas técnicas e reflexão sobre modelos de negócios.

LEIA MAIS >> No Dia da Natureza, conheça cinco iniciativas sustentáveis em Fortaleza

“Um dos objetivos das oficinas é compartilhar histórias dessas artesãs para que mais pessoas se conectem com elas e outros contatos surjam a partir disso. A gente sempre procura dar visibilidade ao potencial dessas profissionais. Essas coleções mostram tudo o que pode ser feito de design e criação para que, com isso, surjam novas ideias, novos produtos e a história ganhe continuidade. A ideia é estreitar os laços entre as artesãs e consumidores”, revela Celina.

A coleção Ventoeste está disponível para compra apenas por encomenda, em lotes, por meio do site oficial da marca. O primeiro lote de vendas se esgota no fim do mês e não há previsão de um novo lançamento.

Conforme explica Celina, a estratégia de comercialização em lotes evita o desperdício – visto que a ideia é não deixar peças em estoque -, garante a organização e a gestão do tempo das artesãs, além de melhorar o custo para o consumidor e garantir renda para a compra do material. “Procuramos ver como movimentar essa cadeia de forma que seja mais justa para todas as partes envolvidas”, resume.

Estética

Entre os detalhes que mais chamam atenção nas peças, se destaca o desenho geométrico feito com a renda filé. O bordado europeu, que ficou popular no Ceará com traços florais e coloridos, é ressignificado e ganha formas diversas, como triângulos e linhas.

Nas redes sociais, a designer Bianca Misino explica por que tomou essa decisão: “Quando estava desenvolvendo essa coleção, a gente pensou muito em como honrar a tradição do filé, sem deixar de trazer um ar jovial para as peças”.

O resultado são criações atemporais, sofisticadas e duradouras.

Fotos: Jamile Queiroz

Veja também