Conheça o The Royal Mansour, considerado o hotel mais luxuoso de Marrocos

Por Rosi Melo
Conheça o The Royal Mansour, considerado o hotel mais luxuoso de Marrocos
>

Já imaginou viajar para o Marrocos e ficar hospedado em um palácio? Então você precisa conhecer o The Royal Mansour, um verdadeiro oásis de luxo e sofisticação em Marrakech. Pertencente à família real, o hotel cinco estrelas foi construído a pedido do Rei Mohamend VI e inaugurado em 2012 com o objetivo de ser uma vitrine sobre o artesanato e a arquitetura marroquinas. Atualmente, é considerado o melhor hotel de Marrocos e da África, além de 6º melhor hotel do mundo, segundo o ranking 2019 da revista CondeNast Traveler.

LEIA MAIS >> Rebeca Sampaio compartilha sua experiência pelas belezas e cores do Marrocos

Para a construção do imóvel, o rei empregou cerca de 1.500 artesãos por mais de três anos. O resultado é uma obra-prima épica: as 53 riads de luxo (como se chamam as casas tradicionais marroquinas) independentes são divididas em cinco acres de jardins perfumados, cada um decorado com um estilo diferente e encantador. O trabalho de paisagismo deslumbrante é obra do arquiteto espanhol Luis Vallejo.

Todos os espaços da medina foram projetados visando o conforto dos hóspedes e a sofisticação estética. Cada riad da coleção possui três andares, com direito a varanda e piscina privativa. Entre uma riad e outra, muitos becos floridos e colunas imponentes.

Spa

O Spa Royal Mansour foi projetado como um santuário dedicado aos sentidos. Com área de 2.500 m², três andares e dez salas, o espaço comporta um centro fitness, salão de beleza, piscina aquecida, além de oferecer rituais de bem-estar inspirados na cultura tradicional marroquina com produtos e tecnologias modernas.

Entre os inúmeros tratamentos disponíveis, há desde hidratação intensa, massagens excepcionais, toques sutis de beleza, maquiagem e depilação. Caso você opte por um cuidado íntimo, terá à sua disposição uma das três suítes privadas.

O hamman, em especial, é considerado o carro-chefe do Spa. O tratamento promete elevar os hóspedes a um profundo estado de graça. A experiência imersiva inclui rituais de vapor, esfoliação, massagem cerimonial, aplicação de um envoltório de ghassoul (usado para extrair impurezas da pele) e sprays de águas florais.

Gastronomia

No total, o The Royal Mansour possui quatro restaurantes: La Grande Table Marocaine, Sesamo, La Table e Le Jardin. Todos os menus levam a assinatura do chef Yannick Alléno, contemplado com três estrelas Michelin.

O La Grande Table Marocaine explora as delícias gourmet da cultura marroquina. Alléno estudou as tradições e costumes culinários do Norte ao Sul da região para compor o cardápio. Já o Sesamo, especializado nos sabores italianos, é fruto da colaboração entre os irmãos Alajmo e o hotel. Sua estética faz referência aos refinados palácios venezianos.

La Grande Table Marocaine
Le Jardin

O La Table é o restaurante principal do hotel, com opções à la carte para todas as refeições do dia. Aliás, são os hóspedes que decidem o local onde irão comer: seja em um salão privativo, seja à sombra de oliveiras centenárias.

Ao ar livre, se destaca o Le Jardin. À sombra das pérgulas, você pode desfrutar de opções diversas, como ceviches de inspiração asiática, bem como sushi e outras iguarias japonesas.

Fotos: Reprodução/The Royal Mansour

Veja também