Nossas Conquistas: Alexandre Pereira faz balanço de 2019 à frente da Secretaria de Turismo

Por Jacqueline Nóbrega
Nossas Conquistas: Alexandre Pereira faz balanço de 2019 à frente da Secretaria de Turismo

Vencer a categoria Profissionais de Destaque“, do Prêmio Nacional do Turismo 2019, no começo de dezembro, coroou o ano de Alexandre Pereira, titular da Secretaria Municipal do Turismo de Fortaleza (Setfor). “Isso me deu muito ânimo, estímulo para continuar fazendo o que eu amo hoje em dia, que é trabalhar pela minha cidade. Pra mim, sem sombra de dúvidas, foi o prêmio mais importante da minha carreira na vida pública”, disse Alexandre, em entrevista ao Site MT para o projeto que marca o encerramento deste ano.

Nossas Conquistas é o especial de fim de ano do Site MT, reunindo personalidades que tiveram um 2019 marcante e definem grandes metas para 2020. Alexandre Pereira é o segundo entrevistado da série.

LEIA MAIS >> Mileide Mihaile lembra momentos marcantes de 2019

Emília Buarque celebra avanços do Lide Ceará em 2019

David Lee conta por que 2019 foi o ano da sua carreira

Márcia Travessoni fala de como ressignificou 2019

A gestão de Alexandre Pereira é marcada por projetos que têm como objetivo melhorar a Capital para os fortalezenses e, assim, atrair novos turistas para viver a cidade. “Existe cidade boa para o morador, e se ela é boa pro residente, é boa para o turista”, atesta o secretário. Foi com esse intuito, por exemplo, que nasceu o Projeto Pôr do Sol Fortaleza, com apresentações musicais na orla aos domingos, e que será expandido em 2020.

O Praia Acessível, lançado em 2016 em parceria com o Governo do Estado, é outra iniciativa que segue a estratégia de cativar o morador da cidade e foi, recentemente, reconhecido no Prêmio Nacional do Turismo 2019. O projeto garante acesso ao mar assistido para pessoas com deficiência física e/ou motora ou dificuldade de locomoção, e já proporcionou banho de mar a cerca de 6.500 pessoas.

“Normalmente são crianças ou idosos que entram no mar e é uma felicidade intensa, tanto pra eles, como pra nós que estamos apoiando, como também pra família que está assistindo”, frisou o secretário, que costuma participar do projetos aos domingos. “Vou para apoiar e saio com espírito renovado“, descreve Alexandre Pereira.

Mensurando a atividade

Alexandre Pereira destaca ainda a implantação do Observatório do Turismo de Fortaleza, que possibilitará um conhecimento mais próximo da realidade do turismo na Capital a partir de números.

“Eu sei que estão chegando 1,2 milhão turistas na alta temporada no Ceará, 600 mil somente em Fortaleza, mas quanto isso vai impactar na nossa economia? Quanto a festa do Réveillon impacta na nossa economia? Quantas pessoas vêm a Fortaleza por conta do Réveillon? Hoje nós não temos esse número. O Réveillon vai movimentar a economia de bairros como Conjunto Ceará, Bom Jardim… O turismo é a maior mola propulsora de desenvolvimento econômico da cidade e, a partir de janeiro, nós vamos ter esses dados”, adianta o secretário.

O Passaporte Fortaleza também merece menção especial, segundo o titular da Setfor. Lançada recentemente, a publicação imita um passaporte de verdade e reúne dicas de passeios, locais de compras e pontos turísticos da capital cearense. O turista que completar o circuito é premiado.

“É um projeto simples, mas que cativa. Quem carimbar todo o passaporte ganha uma bolsa de praia. E se por acaso o turista não conseguir carimbar tudo, ele tem até o fim de 2020, que é o término da gestão do prefeito Roberto Cláudio, para retornar a Fortaleza e terminar. Além disso, o passaporte é uma lembrança da cidade, você não joga ele fora. É esse tipo de memória afetiva que a gente tá tentando trabalha na consciência do fortalezense, e é isso que motiva o turista a conhecer a cidade”.

Parceria de roteiro

Para o próximo ano, o secretário promete muitas novidades – e já adianta algumas delas como uma parceria com a cidade de Natal (RN) para incentivar que os turistas visitem as duas capitais durante uma mesma viagem. “O turista chega ao Nordeste por Fortaleza e vai embora por Natal ou vice-versa”, acrescenta o titular da Setfor.

“Conversei com o secretário de turismo de Natal (Fernando Fernandes) e ele adorou a ideia, assim como conversei com o ministro do Turismo (Marcelo Álvaro Antônio), que ficou encantado, porque o que acontece é que geralmente as cidades disputam entre si. Então, vamos lançar o programa ‘Fortaleza Natal Juntos’ para que o turista faça esses dois roteiros. E, quando formos a feiras internacionais, o stand do Rio Grande do Norte divulga Fortaleza e nós divulgamos eles”, afirma.

O lançamento do projeto acontece em janeiro de 2020, primeiro em Natal, e depois em Fortaleza. No fim do mês, acontecerá a divulgação em Brasília com a presença ministro do Turismo.

Intervenções na orla

Outro projeto que deve avançar no próximo ano é o da roda-gigante na orla de Fortaleza, que acabou sendo adiado. Segundo Alexandre Pereira, existe agora um projeto em aberto para a concessão dos três espigões da orla: Náutico, João Cordeiro e Rui Barbosa. “Deixamos em aberto o projeto para as empresas sugerirem algo, que pode ser, inclusive, uma roda-gigante. Vamos aguardar”, adianta.

Já a requalificação da Av. Beira-Mar, que tem previsão de término de julho de 2020, deve reforçar o trabalho da Setfor em transformar Fortaleza numa cidade agradável para os próprios moradores.

“A Beira Mar é nosso grande cartão de visitas e por que ela é tão valorizada? Porque, nós, fortalezenses, adoramos ir pra lá! Seja pra correr, jogar tênis e vôlei de praia, pedalar, ir a praia… A gente curte, então o turista quer ir para onde o cidadão gosta de estar. E ela é democrática, desce gente de todos os bairros… Por isso estamos melhorando, qualificando nosso cartão de visitas”, defende.

Celebrações em família

Na contagem regressiva para o fim de 2019, Alexandre, que casou um filho em novembro, adiantou que passará o Natal reunido com a família. Já o Réveillon será no Aterro da Praia de Iracema. Entre os planos para descansar, está o de uma viagem para Orlando no início do próximo ano.

Fotos: Fernando Travessoni

Veja também