logo

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos

Por Redação
Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos
Ao lado da vice-presidente Kamala Harris, Joe Biden tomou posse como presidente americano. Confira os destaques da cerimônia. (Foto: Reprodução/G1 Globo)

Joe Biden tomou posse nesta quarta-feira (20) como o 46º presidente dos Estados Unidos em uma cerimônia virtual realizada no Capitólio, em Washington. O evento não teve presença do público a fim de restringir os riscos de contaminação pelo novo coronavírus, e com segurança reforçada, após ataques ao congresso americano. Ao lado da vice-presidente Kamala Harris, eles tomaram posse às 12h, horário de Brasília. 

LEIA MAIS >> Primeira cearense é vacinada no Hospital Leonardo da Vinci contra Covid-19

 Ricardo Cavalcante e Maurício Filizola se reúnem para alinhar ações institucionais em 2021

Apesar de não ter tido desfile, multidões ou baile, mas sim, atos virtuais e televisivos para compensar a falta de público, a cerimônia de posse teve cenas e discursos marcantes, como o juramento durante a 59º posse presidencial, no qual Biden utilizou uma Bíblia que está em sua família desde o século 19, enquanto o padre jesuíta Leo O’Donovan, amigo do presidente, fez a oração inaugural. 

No discurso de posse, o presidente americano reforçou que o dia era histórico e de esperança. “Hoje é o dia da democracia”, disse. Ele também pediu união para derrotar o extremismo. “Temos que nos unir para enfrentar nossos inimigos: raiva, ódio, extremismo, violência, doença, desemprego e desesperança”, disse o presidente americano. “Com união, podemos fazer grandes coisas, coisas importantes”, reforçou.

Biden também citou os efeitos da pandemia do novo coronavírus, que tirou a vida de mais de 400 mil americanos, alertando que a fase mais mortal ainda está por vir, além de prestar uma homenagem com minuto de silêncio.

O ex-presidente americano Barack Obama e a esposa, Michelle Obama, que apostou em um look assinado por Sergio Hudson. (Foto: Reprodução/O Globo)

Além disso, ele agradeceu a presença dos seus antecessores de todos os partidos. Estiveram presentes os ex-presidentes Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton, acompanhados das respectivas esposas, e o vice-presidente Mike Pence, representando Donald Trump, que não compareceu à posse. 

LEIA MAIS >> Joe Biden garante votos para ser eleito presidente dos Estados Unidos

Eleições nos EUA: brasileiros relatam a ansiedade da apuração

Kamala Harris 

Após o juramento da posse de Biden, conduzido pela juíza da Suprema Corte Sonia Sotomayor, a senadora do estado da Califórnia Kamala Harris se tornou a primeira mulher a ocupar vice-presidência do país na história dos Estados Unidos, sucedendo Mike Pence, vice de Donald Trump. 

Kamala Harris presta juramento como vice-presidente dos Estados Unidos. (Foto: Reprodução/G1 Globo)

Nos Estados Unidos, o vice-presidente também atua como presidente do Senado, portanto, Harris deve desempenhar um papel decisivo nos próximos anos. Como a composição da casa legislativa está dividida igualmente entre democratas e republicanos, a vice-presidente deve ter a responsabilidade de desempatar diversas votações.

Performances artísticas 

Lady Gaga cantou o hino nacional dos Estados Unidos durante a cerimônia de posse e se emocionou no final da performance. Ela, que apareceu deslumbrante em um blazer preto e saia vermelha, acompanhada de um broche dourado com o símbolo da paz, foi acompanhada pela banda dos fuzileiros navais. 

Além de Gaga, a cantora Jennifer Lopez também performou na posse, cantando a música “This land is our land”. Durante a música, ela deixou uma mensagem em espanhol: “Uma nação indivisível, com liberdade e justiça para todos”.  

Já a poetisa Amanda Gorman chamou a atenção de todos por ser a mais jovem poeta a participar da posse de um presidente americano, com apenas 22 anos. Formada em Sociologia em Harvard, a jovem poeta recitou “The Hill We Climb”, sobre a divisão que tomou conta do país. O poema enfatiza a invasão ao Capitólio por apoiadores do ex-presidente Donald Trump em 6 de janeiro, mas também pede pela união da nação. 

Amanda Gorman é a mais jovem poetisa a participar de uma posse presidencial americana. (Foto: Reprodução/G1 Globo)

Com informações da Agência Brasil

Veja também