Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Como Lu Muriell transformou a experiência de um corte químico em um salão para fios naturais

11 fev 2022 | Beleza

Por Redação

Inspirada pelas experiências pessoais nos cuidados com os cabelos, Lu Muriell investiu no nicho de fios naturais e hoje é referência, especialmente entre as cacheadas de Fortaleza

A cabeleireira e empresária resolveu se aventurar no mercado da beleza enquanto redescobria os próprios fios naturais (Foto: Eri Nunes)

Cuidar de cabelos é muito mais do que apenas trabalhar com beleza, é lidar com autoestima. E Lu Muriell, cabeleireira especialista em fios naturais, sabe bem disso. Nome à frente do Flozô, vencedor da categoria Melhor Salão de Beleza do MT Indica – Melhores do Ano 2021 – e também mais votado do projeto -, ela costuma dizer que cada cabelo é um universo e precisa ser muito bem cuidado.

LEIA MAIS >> BBB 22: quais os benefícios da touca de cetim, famosa entre os participantes do reality

Conheça todos os vencedores do MT Indica 2021

Uma das premissas do trabalho de Lu no Flozô, fundado em 2017, é não aplicar nenhum tipo de química. No espaço, as funcionárias são divididas em três categorias: cabeleireiras, “winx” (assistentes das cabeleireiras) e “baby winx” (winx em treinamento). “A maioria das meninas são ovelhas desgarradas da faculdade, como eu, que não têm uma formação [ou não se identificam com o que cursam] e encontram no Flozô uma nova perspectiva”, comenta Lu, que atualmente esta treinando uma winx biomédica e outra que cursa Farmácia.

Todo o time do salão foi treinado por Lu, para que as chamadas “winx” pudessem aprender muito mais do que as técnicas, mas também o carinho e atenção que merece cada cliente. Pela mão dela, já passaram diversos profissionais que ajudaram a transformar o visual de cerca de 400 “florzetes” (como as clientes são chamadas) que passam pelo salão todo mês. Todo esse cuidado fazem a agenda de atendimentos, aberta uma vez por mês, se esgotar em instantes.

O Flozô conta, ainda, com uma loja on-line, com suporte digital para que as clientes possam tirar dúvidas. “Esse chat é comandado por uma das meninas, que hoje atende só home office, e estava com a gente desde a criação do site [durante a pandemia]. Ela ajuda de casa porque tem experiência aqui, com os cabelos, com a gente”, explica.

Trajetória

O sucesso de Luana na área estética foi quase um ponto de sorte na trajetória dela. Primeira mulher da família a ingressar no ensino superior, Lu conta que se sentia na responsabilidade de concluir uma graduação e ter um diploma, motivo pelo qual acabou escolhendo Ciências Contábeis. Mas ela não se identificava com a área e, no meio da faculdade, decidiu fazer um curso de cabeleireira pelo Senac após passar por um corte químico – dano sofrido em cabelos muito prejudicados por procedimentos químicos. Na época, ela usava os fios lisos e loiros.

À frente do Flozô, Lu treina pessoalmente as funcionárias do salão e administra a concorrida agenda de atendimentos do espaço, que tem cerca de 400 clientes por mês. (Foto: Eri Nunes)

Já nesse período, Lu percebeu que não havia muitos salões especializados em cabelos curtos, e que faltava transparência no modo como os profissionais tratavam clientes em espaços de beleza. “A principal coisa que me impulsionou a ser cabeleireira foi não confiar em muitos profissionais. Eu chegava e pedia para tirar dois dedinhos e cortavam dois palmos. Eu era super apegada aos cabelos, tinha cabelão até pouco tempo antes da maternidade. E os cabeleireiros em quem eu podia confiar, não tinha dinheiro pra pagar”, pontua.

As aulas práticas no curso renderam as primeiras publicações online, de Lu, divulgando o então trabalho de cabeleireira, até que começaram a surgir as primeiras clientes, que ela atendia em domicílio. Depois, o quarto dela virou uma espécie de salão, até que a empresária concluiu que precisava de um espaço adequado para o trabalho. “Eu lavava o cabelo das clientes no banheiro de casa”, lembra.

Antes de abrir o salão, Lu atendia as clientes no próprio quarto (Foto: Arquivo pessoal)

Enquanto isso, a agenda de atendimentos ia ficando cada vez mais cheia, e esgotando cada vez mais rápido. Foi então que a decisão veio: abrir um salão, em parceria com o noivo, Antônio de Pádua – hoje, marido de Lu -, e a sogra dela, Vanda Ribeiro. Ambos são, hoje, sócios dela no empreendimento.

Curiosamente, o local que seria a nova sede do negócio era o mesmo onde funcionava o salão em que o cabelo de Lu acabou danificado por processos químicos. “Eu estava indo pegar o ônibus, passei em frente, vi que o salão estava fechado e fui tentar falar com a cabeleireira que trabalhava aqui, Ela disse que eles haviam se mudado e o ponto estava disponível, e me passou o contato do responsável pelo imóvel”, pontua.

LEIA TAMBÉM >> Box braids, fulani braids e nagô: conheça os principais tipos de tranças afro

O que são laces e como se popularizaram no Brasil

O desejo de fazer dar certo foi maior que a insegurança da inexperiência e, hoje, o Flozô, localizado no bairro Vila União, transforma, desde 2017, o visual de muitas mulheres que sempre acabam voltando por confiar no trabalho de toda a equipe.

Salão novo

O próximo grande passo de Lu, enquanto cabeleireira e empresária, está bem próximo de se concretizar: ela está construindo um novo espaço para o Flozô, que deve ser inaugurado no mês de março. A nova casa terá uma arquitetura mais aconchegante, com “cara de casa de vó”, como define a cabeleireira. O amplo espaço, ideal para atender o grande número de florzetes, que só cresce, trará as cores características do Flozô: verde e rosa.

O espelho pensado por Lu Muriell integrará o novo espaço (Foto: Reprodução/Instagram)

O novo salão terá ainda um item muito especial na decoração: o espelho pensado por Lu desde quando sonhava em abrir o Flozô. Ele foi idealizado pela cabeleireira e, depois, projetado e executado pelo escritório de arquitetura responsável pela obra. Coincidentemente, umas das arquitetas envolvidas no projeto, Thays Rodrigues, também é cliente do salão.

MT Indica

Concorrendo com alguns dos maiores espaços de beleza do Ceará no Márcia Travessoni Indica, o Flozô foi o grande vencedor na categoria Melhor Salão de Beleza, com 57,23% dos votos. “Fiquei muito, muito feliz, mas confesso que não esperava”, comemorou.

A felicidade com o resultado foi tanta que a equipe organizou até uma pequena festa para comemorar a vitória, conquistada com o apoio das fiéis florzetes.

Lu com a filha Luiza e os sócios dela no empreendimento: a sogra e o marido. (Foto: Eri Nunes)
Comemoração de Lu Muriell e as “winx” com o resultado do MT Indica (Foto: Reprodução/Instagram)

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE