Seguindo o trajeto da nossa viagem, no dia 23 de maio chegamos em Rouen, antiga capital e região histórica de Normandia. Queríamos fugir de um roteiro comum e a cidade é uma ótima opção. Ela fica próxima de Paris e é famosa pela sua cultura e arte.

Nosso primeiro destino em Rouen foi o Historial de Joana D’arc, que é o maior local da País dedicado a heroína. Joana foi capturada durante a batalha de Compiègne e levada pelos ingleses para a cidade, sendo acusada de heresias e feitiçaria. O local fica na Praça do Mercado, próximo a uma igreja que a homenageia.

LEIA MAIS:
.Saiba detalhes do roteiro de Márcia Travessoni pela região histórica de Normandia
.Cinema, beleza e moda na surpreendente cidade de Deauville, na “Riviera Parisiense”
.Lisieux: um passeio emocionante pela emblemática cidade de Santa Teresinha
.Belas histórias e espiritualidade na visita ao Monte Saint-Michel, na Normandia

Também conhecemos a Catedral de Rouen, que é um dos principais pontos da cidade. Construída em 1030, o local sobreviveu a um incêndio em 1940, que danificou todo o bairro. Em 1945 também foi atacada pela chamada “Semana Vermelha“,  com bombardeios feitos pela Força Aérea Inglesa.

Outro ponto forte da história de Rouen é a série de pinturas de Claude Monet, pintor francês do século XIX. Ele criou trinta quadros da catedral em diferentes momentos, em um intervalo de um ano. Encontramos ainda em nosso destino o relógio Gros-Horloge. Localizado em uma torre da cidade, o monumento marca, além das horas, as fases da lua e os dias da semana.

Em seguida, continuamos nossa caminhada por Rouen. Descobrimos várias lojas e boutiques de artesanato local, onde fomos recebidos com muita simpatia.

Hospedagem

Ficamos hospedados no Hotel de Bourgtheroulde, que se encontra dentro de uma mansão da Renascença do Século XVI. Ele fica no coração da cidade e foi construído pela família Le Roux entre 1499 e 1532, com uma fachada no pátio interior que ainda mantém elementos da arte gótica. Com um spa de 700 m², o hotel disponibiliza para os hóspedes uma piscina interior, além do famoso banho turco.

O nosso jantar da primeira noite foi no Restaurante Cancan, um dos meus preferidos. Ele apresenta uma cozinha gourmet e requintada, em um local muito aconchegante. A cartela de vinhos também é um destaque do restaurante.

No dia seguinte, juntamente com um guia conferencista, conhecemos mais lugares de Rouen. Visitamos a coleção impressionista do Museu de Belas Artes, onde podemos apreciar pinturas, esculturas e objetos do século XV. O museu contém um dos acervos mais ricos da França.

Após conhecer o museu, almoçamos no Restaurante In Situ. Comandado pelo chef Laurent Blanchard, o cardápio apresenta pratos com ingredientes da agricultura local. O ambiente é muito moderno, com bancos em couro e palmeiras na parede.

Restaurante In Situ

Depois do almoço tivemos a oportunidade de conhecer as ruínas da Abadia de Jumièges. Fundada por volta de 654, a catedral é um dos mais antigos e importantes mosteiros beneditinos da Normandia. Sua ruína é considerada a mais bela do País.

Na volta para Rouen, passamos pela bela rota das frutas. Conhecemos também o cais do Rio Sena, onde apreciamos o beleza do lugar. O rio, com 777 quilômetros, atravessa diversas cidades francesas.

Nosso último jantar em Rouen foi no Restaurante Le 6ème Sens, onde encontramos um cardápio assinado pelo chef Hakim Benallal. O Local apresenta uma cozinha contemporânea, com pratos que tem o comida caseira como principal característica.

Serviço

Hotel de Bourgtheroulde
Place de La Pucuelle
7600 Rouen
+33 2 35 14 50 50

Historial Jeanne D’arc
7, rue saint Romain
+33 2 35 52 48 00

Restaurante Cancan
43, Place du Vieux Marché
+33 2 35 15 54 54

Museu de Belas Artes
Square Verdrei
+33 2 35 8 893 48

Restaurante In Situ
5, Rue Jean Lecanuet,
76000 Rouen
+33 2 35 88 93 48

Abadia de Jumièges
24, Rue Guillaurme le Conquérant
7684, Jumièges

Restaurante Le 6ème Sens
2, Rue Thomas Corneille
76000 Rouen
+33 2 35 88 43 97